Caiafarsa

Desmascarando o protestantismo

Resposta ao Pastor Sérgio Ricardo, protestante, evangélico da Igreja Evangélica Tabernárculo da Fé

Resposta ao Pastor Sérgio Ricardo,
protestante, evangélico da Igreja Evangélica Tabernárculo da Fé
que caluniava sobre fotos que desconhece completamente, no endereço: http://www.avozdedeus.org.br/igreja/index.php?option=com_content&task=view&id=119&Itemid=82
A seguir o refutamos:
.
.
.
Fivela de cinto nazista com a frase: “GOTT MIT UNS” (“Deus conosco”). Este apetrecho não era distribuído aos nazistas pela Igreja Católica, como caluniava o pastor, mas, pelo bispo luterano, protestante, evangélico e nazista Ludwig Muller (bispo do Reich). Veja-o abaixo:.
.
.

O bispo luterano, protestante, evangélico Ludwig Muller (bispo do Reich), em encontro nazista: apoio incondional a Hitler! http://pt.wikipedia.org/wiki/Ludwig_M%C3%BCller

Hitler “orando”, como todo protestante, evangélico faz, sem juntar as mãos ou ajoelhar-se. Hitler tinha sua própria protestante, evangélica “Igreja Naciona do Reich”, comandada pelo protestante, evangélico e nazista Ludwig Muller (bispo do Reich). Conheca essa igreja em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Igreja_Nacional_do_Reich e em: http://pioxiicaluniado.blogspot.com/2009_05_16_archive.html

Este era o sonho de Hitler:

“Eu insisto na certeza de que, mais cedo ou mais tarde — uma vez que nós assumirmos o poder — o Cristianismo será superado e a igreja alemã estará sem um Papa e sem a Bíblia. E LUTERO, se ele pudesse estar conosco, NOS DARIA A SUA BÊNÇÃO.”
(Adolf Hitler, por N.H. Baynes, Hitler’s Speeches, Oxford, 1942, página 369).

Sacerdotes católicos, fazendo a “saudação alemã” aos jovens em um encontro da juventude católica no estádio de Berlin-Neukolln, em agosto de 1933. Este gesto, ao contrário do que se propala, não é uma “saudação nazista” a Hitler, mas, alemã: “Deutscher Gruß”, ( literalmente: “O cumprimento alemão” ). Hitler também o fazia às pessoas comuns e aos soldados. Pura má fé, de quem calunia sobre esta foto, que é do período que a Alemanha era proibida de produzir armas.

A Enciclopédia Brockhaus, registra que a saudação alemã, deriva dos gestos usados durante a coroação de reis alemães medievais juntamente com a exclamação de “Heil”. A gravura acima, é um retrato do expositor (1852), que retrata uma reconstrução da cerimônia de posse de um rei alemão que viveu muito antes de Hitler.
.

.

Hitler saindo de uma Igreja luterana, protestante, Evangélica. A igreja é a Christus- und Garnisonkirche der evangelisch-lutherische Kirchengemeinde in Wilhelmshaven. (confira no link abaixo, o copiando e colando no navegador:

http://de.wikipedia.org/wiki/Christus-_und_Garnisonkirche_(Wilhelmshaven)

Ao final do texto do link acima, você encontra esta citação: “am ?.?.1933 Besuch von Hitler in Stadt und Kirche”, tradução: “ Visita de Hitler à cidade e a Igreja em 1933” , O site da Igreja é : http://www.christusnews.de/cms/news/index.php

.

Repetimos: isto não é uma saudação “nazista” de apoio à Hitler, mas, alemã: “Deutscher Gruß”, literalmente: “O cumprimento alemão” . Hitler também o fazia às pessoas comuns e aos soldados, como podemos ver na pequena foto abaixo.

.

.

Hitler cumprimenta o bispo luterano, protestante, evangélico e nazista Ludwig Muller (bispo do Reich).

O que está a direita de Muller é Abbot Alban Schachleitner, um simpatizante do nazismo, então expulso da Igreja Católica. Schachleitner colocou-se em conflito com todo o episcopado, em 20 de fevereiro de 1933, foi suspenso pela Congregação Católico Romana competente nos assuntos “para desobediência grave e persistente “. Faleceu em 1937, dois anos antes da segunda grande guerra. (Fonte: Cf. Official Journal of the Archdiocese of Munich and Freising, 1933, 48 and 86 f. Quotation from Helmut Witetschek, Die kirchliche Lage in Bayern, Mainz 1966, 1 Nota 1.)

.

.

Ao contrário do que calunia o pastor em seu site, este não é “O cardeal Michael Faulhaber marchando com tropas da SS em uma manifestação em Munique”, e sim e apenas, a passagem do Arcebispo Cesare Orsenigo, chefe do Corpo Diplomático, em Nuremberg, em Setembro de 1933, quando a Alemanha era desarmada. O Vaticano é um país, e este Arcebispo representava-o, como todos os outros chefes de corpo Diplomático de outros paises reprentavam e representam seus países, na Alemanha e no mundo inteiro.

.

.

O sofrimento dos Judeus começou quando Lutero escreveu um diabólico panfleto chamado: “CONTRA OS JUDEUS E SUAS MENTIRAS”, obra esta, reproduzida na ’História do Anti-semitismo’, de Leon Poliakov. Dizia o raivoso protestante e evangélico Lutero, contra os judeus: ”Queime suas sinagogas. Negue a eles o que disse anteriormente. Force-os a trabalhar e trate-os com toda sorte de severidade … são inúteis, devemos tratá-los como cachorros loucos, para não sermos parceiros em suas blasfêmias e vícios, e para que não recebamos a ira de Deus sobre nós. Eu estou fazendo a minha parte.” (‘About the Jews and Their Lies,’ citado em O’Hare, in ‘The Facts About Luther, TAN Books, 1987, p. 290).

“Julius Streicher (nazista), argumentou durante sua defesa no julgamento de Nuremberg que nunca havia dito nada sobre os judeus que Martinho Lutero não tivesse dito 400 anos antes”. (Dennis Prager e Joseph Telushkin: Why the Jews? The reason for anti-Semitism [Por que os Judeus: A causa do anti-semitismo] (Nova York: Simon & Shuster, 1983), p. 107.)
.

.

célebre frase do pastor protestante, evangélico Friedrich Wieneke : “A paz só virá quando o último judeu se enforcar no último intestino do último vigário”. Fonte: Report from Wieneke, “attacks on Pastors”, dated 9,1941 – (BA Koblens R 43 11/478ª, fiche 1, document 19).

Documento disponível em:

http://books.google.com.br/books?id=fiCJeNJIhoAC&pg=PA101&lpg=PA101&dq=Peace+will+only+come+when+the+last+Jew+hangs&source=bl&ots=GPI_oXlJED&sig=Dt_7ekNzBloo7EAx_dp6767qrNI&hl=pt-BR&ei=f2-NSpG9BIfvlAfa08SYDA&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=1#v=onepage&q=&f=false
verificar página 101.

..

Em 2006, o Papa Bento XVI não foi se “redimir” de coisa alguma, como mente o pastor protestante, evangélico, mas, se solidarizar com o sofrimento do povo judeu, tão perseguido por Lutero, protestante, evangélico e pelos nazistas. Como bem noticiou os meios de comunicação, os judeus retribuiram a visita ao Papa, para calar de vez os aleivosos: “Bento XVI recebeu nesta quarta-feira um grupo de judeus sobreviventes do holocausto, em um encontro organizado pela Fundação Pave The Way (PTWF).
«Os judeus sobreviventes agradeceram pela oportunidade de saudar o Papa em alemão e italiano e de agradecer-lhe pela intervenção da Igreja Católica para salvar suas vidas durante a II Guerra Mundial», explicou à Zenit Gary L. Krupp, presidente da fundação”.
http://www.zenit.org/article-18780?l=portuguese


.

A PLACA ACIMA FOI DOADA NO ANO DE 1946, PELOS JUDEUS, AO PAPA PIO XII

Tradução: “Os judeus para a Sua Santidade Pio XII

O Congresso dos Delegados das comunidades israelitas italianas, realizado em Roma, pela primeira vez após a Libertação, é obrigado a pagar tributo a Sua Santidade, e, para manifestar o mais profundo sentimento de gratidão de todos os judeus, por mostrar a Fraternidade humana da Igreja durante os anos de perseguição e quando suas vidas foram postas em perigo pelas atrocidades nazi-fascistas. Muitas vezes, sacerdotes suportaram prisões e campos deconcentração e até mesmo sacrificaram as suas vidas para ajudar os judeus. Essa prova que o sentimento de bondade e caridade que ainda conduz o justo tem servido para diminuir a vergonha das indignidades suportadas, o suplício sofrido das perdas de milhões de seres humanos. Israel ainda não terminou o sofrimento: Os judeus sempre lembrarão o que a Igreja, sob ordens do papa, fez por eles naquele momento terrível “.
Moção aprovada pelo Terceiro Congresso da Comunidade Israelita Italiana realizado em março de 1946.

*****

Encerro esta refutação, com as mesmas palavras que o pastor Sérgio Ricardo, protestante, evangélico, começou sua mentira em seu site: “Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso”.

..Sábio conselho é o de Jesus, aos propaladores de mentiras, como é o pastor Sérgio Ricardo:

“Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira”. (Jo 8,44).

.
Fernando Nascimento.

.

O artigo do mentiroso pastor, que estava exposto na internet para todo mundo ver, sem senha, depois de desmascarado, foi substituído pela mensagem:

“Você não tem permissão para acessar esta área do site. É necessário efetuar a sua autenticação para entrar. Se já tinha efetuado a autenticação a sua sessão terá terminado. Volte à Página Inicial e efetue de novo a autenticação.”

Cai a farsa. .

CONHEÇA A IGREJA PROTESTANTE DE HITLER CLICANDO AQUI —->

CAI A FARSA.

Conheça o documento que a Igreja Catolica lançou contra o nazismo enaquanto as igrejas protestantes se calaram:

Também o Papa Pio XI condenou o racismo nazista de modo
solene na Encíclica Mit brennender Sorge (1937), que foi lida nas igrejas da
Alemanha no Domingo da Paixão de 1937, iniciativa que provocou ataques e
sanções contra membros do clero. No dia 6 de Setembro de 1938, ao dirigir-se
a um grupo de peregrinos belgas, Pio XI afirmou: «O anti-semitismo é
inaceitável. Espiritualmente, todos somos semitas» ( La Documentation Catholique, 29 (1938). Pio XII, desde a
sua primeira Encíclica Summi Pontificatus, de 20 de
Outubro de 1939,
pôs de sobreaviso contra as teorias que negavam a unidade da raça humana e
contra a deificação do Estado, o que ele previa que haveriam de conduzir a uma
verdadeira «hora das trevas» (AAS 31 (1939), 413-453).
Fonte:

http://www.vatican.va/roman_curia/pontifical_councils/chrstuni/documents/rc_pc_chrstuni_doc_16031998_shoah_po.html

 

Written by CAIAFARSA PROTESTANTE

julho 1, 2010 às 7:18 pm

%d blogueiros gostam disto: