Caiafarsa

Desmascarando o protestantismo

IGREJA CATÓLICA – Religião Oficial por Constantino

1 – A MENTIRA

“… Em 312 d.C o Imperador Romano Constantino I adotou a religião Cristã e no ano seguinte fez do Cristianismo a religião oficial do Império Romano, trazendo para dentro da Igreja multidões de pessoas não convertidas, que para se tornarem ‘agradáveis’ ao ESTADO [ao Governo do Imperador] faziam-se cristãos nominais, agindo como atores, sem experimentarem a genuína conversão por CRISTO…”

Esta mentira é compartilhada pelo espírita Roberto P. C. Júnior que diz:

“Na verdade, Constantino observara a coragem e determinação dos mártires cristãos durante as perseguições promovidas por Diocleciano, em 303. Sabia que, embora ainda fossem minoritários ( 10% da população do império ), os cristãos se concentravam nos grandes centros urbanos, principalmente em território inimigo. Foi uma jogada de mestre, do ponto de vista estratégico, fazer do Cristianismo a Religião Oficial do Império… “

2 – ONDE ELA SE ENCONTRA

http://br.geocities.com/bartimeu/htm/cato.htm
http://br.geocities.com/luizahpbr/Frases-Nticker/nic.html

3 – A VERDADE

3.1 – CONSIDERAÇÕES LÓGICAS: – Que alguém se tenha convertido apenas para agradar ao imperador, por certo aconteceu como até nos dias de hoje ainda acontece e casos semelhantes não faltam nos acontecimentos históricos recentes (exemplo: judeus marranos e muçulmanos). Mas, a partir daí, acreditar que a Igreja caiu na heresia é um atentado contra o bom senso.

O Articulista se aventura em buscar o “desvio” da Igreja já no tempo em que ainda vivia o último apóstolo São João Batista confundindo os vícios das pessoas como sendo vícios da Igreja.

Ora esta tendência de alguns dos membros da Igreja para a heresia como todo tipo dos demais pecados é próprio da natureza humana decaída pelo primeiro pecado.

Fosse assim, deveríamos ver desvio da Igreja a partir da existência dos primeiros judaizantes o que motivou a ocorrência do primeiro concílio da Igreja em Jerusalém.
Devo esclarecer que a Igreja jamais se corrompe permanecendo sempre fiel e pura. Alguns membros, porém, podem apodrecer e, como acontece com a fruta podre, acaba caindo, separando-se do todo que é o Corpo de Cristo.

A reunião de todos esses frutos podres é que chamamos de grupos heréticos que são um subproduto do cristianismo e de todas as religiões do planeta.

3.2 – PROVAS DOCUMENTAIS – A mentira do impostor, além das muitas bobagens que afirmou acima, consiste em asseverar que “NO ANO SEGUINTE” (314 d.C.) a fé católica foi declarada oficial.

I – Tal mentira é refutada pelos próprios sites protestantes entre os quais este que diz claramente que em

380, pelo “Édito de Tessalônica: Teodósio torna o cristianismo religião oficial”

http://paginas.terra.com.br/educacao/histigreja/

II – É desmentida também pela própria história relatada aqui na WIKIPÉDIA:

“Teodósio foi educado numa família cristã. Ele foi batizado em 380 d.C., durante uma doença severa, como era comum nos tempos dos primeiros cristãos. Em fevereiro desse mesmo ano, ele e Graciano fizeram publicar um édito deliberando que todos os seus súditos deveriam seguir a fé dos Bispos de Roma e de Alexandria (Código de Teodósio, XVI,I,2). A lei reconhecia quer a primazia daquelas duas instâncias quer a problemática teológica de muitos dos patriarcas de Constantinopla, que porque estavam sob a observação dos imperadores eram por vezes depostos e substituídos por sucessores teologicamente mais maleáveis. Teodósio foi educado numa família cristã. Ele foi batizado em 380 d.C., durante uma doença severa, como era comum nos tempos dos primeiros cristãos. Em fevereiro desse mesmo ano, ele e Graciano fizeram publicar um édito deliberando que todos os seus súditos deveriam seguir a fé dos Bispos de Roma e de Alexandria (Código de Teodósio, XVI,I,2).

A lei reconhecia quer a primazia daquelas duas instâncias quer a problemática teológica de muitos dos patriarcas de Constantinopla, que porque estavam sob a observação dos imperadores eram por vezes depostos e substituídos por sucessores teologicamente mais maleáveis”

http://pt.wikipedia.org/wiki/Teod%C3%B3sio_I

III – “AVENTURAS NA HISÓRIA – PARA VIAJAR NO TEMPO” :

“… Durante o domínio do imperador Teodósio, em 380, o cristianismo foi anunciado como religião oficial do Império Romano, fazendo com que, 13 anos depois…”

http://historia.abril.com.br/2006/edicoes/obraprima/mt_232989.shtml

 Autor: Oswaldo Garcia

Written by caiafarsa

julho 27, 2007 às 5:43 am

%d blogueiros gostam disto: