Caiafarsa

Desmascarando o protestantismo

IGREJA CATÓLICA E O AVANÇO CIENTÍFICO

A Igreja Católica, é vanguarda em ciências. Logo, cai por terra a lenda de que esta “é contra a ciência”, lenda esta, dos favoráveis ao uso de ‘Células Embrionárias’, método considerado obsoleto e criminoso, pela Igreja e por premiados cientistas sérios, que recomendam as já testadas e aprovadas ‘Células Tronco Adultas’, para os múltiplos processos de cura. http://www.acea.org.br/verartigo.php?id=209


A Pontífice Academia de Ciências do Vaticano completou 400 anos em 2003. Galileu foi seu membro. Atualmente, conta com 61 acadêmicos, dos quais 29 são vencedores do Prêmio Nobel. Trata-se de uma relação de notáveis cientistas, premiados por suas pesquisas no campo da medicina, química, física, etc. Entre os quais figuram Marshaw Nerimberg, o descobridor do Código Genético de todos os seres, Francis Collins, o mapeador do DNA humano e diretor do Projeto Genoma e o Cosmólogo padre Michael Heller, ganhador do mais polpudo prêmio acadêmico já entregue pela ciência moderna. http://www.colegiosaofrancisco.com.br/alfa/dna/marshall-o-homen-do-codigo.php http://www.usinadeletras.com.br/exibelotexto.php?cod=43539&cat=Artigos&vinda=S http://www.comshalom.org/noticias/exibir.php?not_id=1518

A invenção dos mais modernos e imprecindíveis meios de comunicação, deve-se a um membro da Igreja, o brasileiro Padre Landell, inventor pioneiro do rádio, do telefone sem fio, do telégrafo sem fio, da televisão e do teletipo usado pela imprensa. Nas patentes são agregados vários avanços técnicos como a transmissão por meio de ondas contínuas, através da luz, princípio da fibra óptica e por ondas curtas; e a válvula de três eletrodos, peça fundamental no desenvolvimento da radiodifusão e para o envio de mensagens.

Ainda em 1904 o Padre Landell inicia os testes precursores de transmissão da imagem. Em outras palavras, testava aquilo que viria a ser a televisão. Ele também testou a transmissão de textos, sendo precursor do teletipo, tão utilizado nos telejornais para envio de notícias pelas agências internacionais. Ambas as experiências eram feitas à distância, por ondas que, segundo um jornal paulista, eram denominadas de

Ondas Landeleanas.
http://br.geocities.com/preserveoam/landell.htm e mais:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Roberto_Landell_de_Moura


Os embriões, que o petista ministro Temporão e seus pseudos “cientistas” disseram que não se desenvolveriam depois de “três” anos congelados, implantados em úteros geraram belos bebês, mesmo depois de oito, dez e doze anos congelados.http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u380351.shtml http://www.referendo-pma.org/questoes/embriao/osembrioesrestantes.htm http://www.drashirleydecampos.com.br/noticias/10011


Fatos estes, que só confirmam o alto conhecimento e clamor da sábia Igreja em favor da vida. Portanto, o falso argumento de que a Igreja é “contra o avanço científico”, é falso, assim como a lenda que espalham que Galileu teria “corrigido” a Igreja. A constatação matemática do Heliocentrismo que erroneamente atribuem à Galileu, pertence na verdade ao padre Copérnico, que a dedicou ao Papa Paulo III, e que já havia falecido dezenas de anos antes de Galileu nascer. http://www.euniverso.com.br/Cult/Mestres_e_artistas/Copernico.htm

O desprezo protestante à Copérnico e à ciência, ficou documentado nas palavras de Lutero, que dizia:
“O abade Copérnico surgiu, pretendendo que a terra girasse em torno do Sol”. Lutero deu de ombros. “Lê-se na Bíblia que Josué deteve o Sol; não foi a Terra que ele deteve. Copérnico é um tolo.” (Funck-Brentano, Martim Lutero, Casa Editora Vecchi, 1956, 2a. ed. Pág. 145).

Galileu foi só um polemista que questionou as Escrituras. As Escrituras afirmam que “o sol se deteve … quase um dia inteiro (Josué 10,13), demonstrando um excepcional milagre divino, alheio ao que já se conhecia há muito do universo. Galileu contra argumentava que o sol sempre foi fixo, e só os planetas e astros se moviam. Hoje sabe-se que não é bem assim, até as galáxias viajam em movimentos circulares. Sua punição foi apenas uma curta reclusão domiciliar em 1633, por contradizer as Escrituras. Os pais da Teoria da Relatividade corrigiram Galileu, que julgava que havia astros “fixos” no universo. Max Planck e Albert Einstein declararam:

“Se tomarmos, por exemplo, um sistema de referências fixamente ligado com a nossa Terra, teremos de afirmar que o Sol se move no céu; se, inversamente, deslocarmos o sistema de referência para uma estrela fixa, o Sol encontra-se em repouso. Na oposição entre estas duas formulações não existe contradição nem obscuridade: trata-se somente de duas maneiras diferentes de considerar as coisas. Segundo a teoria física da relatividade, que atualmente pode ser considerada como aquisição científica assegurada ambos os sistemas de referência e os modos de consideração que lhes correspondem são igualmente corretos e igualmente justificados, e é fundamentalmente impossível, sem arbitrariedade, decidir entre eles através de quaisquer medições ou cálculos”. (Max Planck, in Vorträge und Erinnerungen, Stuttgart, 1949, p. 311).

Rodney Stark, professor de Sociologia e de Religiões Comparadas de Washington, em seu livro “For the Glory of God” mostra que a Igreja Católica, além de ter sido a primeira a se opor à escravatura, foi a força motriz por trás da emergência da ciência moderna. Segundo Stark, a crença na verdade de que a criação é um trabalho de Deus, gerou o progresso científico que não começou no século XVIII, mas com a escolástica medieval.

Poderia alencar muito mais, na Física, Música e Arquitetura. Mas, já é o bastante para calar qualquer ministro petista, que propale falsas “curas”, vendendo seu macabro elixir feito com o sangue das crianças.

Autor: Fernando Nascimento

Written by CAIAFARSA PROTESTANTE

dezembro 4, 2008 às 11:47 pm

%d blogueiros gostam disto: