Caiafarsa

Just another WordPress.com weblog

PURGATÓRIO – Não existia em 1471 ou em 503?

PURGATÓRIO – Não existia em 1471 ou em 503?

1 – A MENTIRA
“Em 1513 o papa Leão V continuou com esse blefe, necessitando restaurar a igreja de S. Pedro que rachava, usou grandes cofres com dizeres absurdos que diziam: “Ao som de cada moeda que cai neste cofre uma alma desprega do purgatório e vai para o paraíso” (Taine).Antes do papa Sixto IV [1471-84] ninguém ia para o purgatório porque não existia, surgiu com um decreto. Nos países protestantes e nas outras igrejas não há esse perigo, criaram-no só para almas Católicas… A igreja e o Vaticano nunca afirmaram quando uma determinada alma deixa o tal purgatório. Por anos seguidos celebram missas por uma mesma pessoa falecida ‘sempre que haja um simplório para pagar’.” (Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Londrina)2 – ONDE ELA SE ENCONTRA

http://www.assembleiadedeuslondrina.com.br/new/01_pagina.asp?id=16&idNot=210

3 – A VERDADE

3.1 – RAZÕES LÓGICAS: – Eta, durma-se com tal barulho! Neste mesmo fórum HÁ UM TÓPICO em que os rebelados afirmam que o PURGATÓRIO foi inventado em 503!!!… Hehehe!!!! É nisto que dá inventar POTOCA sem antes combinar com seus co-irmãos! Entretanto, convenhamos, como combinar alguma coisa com as mais de 50.000 dissidências em que se encontra pulverizado o protestantismo? Ademais, para quê tanto trabalho??? Os “Crentes” são, extremamente crentes (crédulos) e então, podem-se contar-lhes as mais desconjuntadas MENTIRAS que eles acreditam. Coitados!!!! E ainda afirmam que somente crêem na Bíblia.

3.2 – RAZÕES DOCUMENTADASS: – Sempre que podem os mentirosos se valem de escritores ateus e gays para fazer suas citações espúrias. Chegam a citar autores protestantes como fonte das “verdades” protestantes, tais como Hector Macpherson, David Yallop, Avro Manhattan, Mary Schultze, Eric Jon Phelps, Ralph Woodrow etc.

O caso Hyppólite Taine, que se deixava dominar por seu ódio à Igreja e ao clero, citado na MENTIRA copiada acima, segundo seus críticos não merece crédito algum:

“… ele não faz de seu método um método científico: não coleta sistemática de dados, nem documentação, nem elaboração de hipóteses”.

http://br.geocities.com/camigopino/haula8.doc

Era admirador da escandalosa Madame Bovary sobre a qual Gustave Flaubert escreveu um romance repudiado pela sociedade por exaltar o adultério e ser ofensivo à religião e à moral.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Madame_Bovary

Quanto ao PUGATÓRIO, os próprios protestantes se desmentem a si mesmos conforme já disse acima.

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………Exatamente Oswaldo, veja a confirmação do que você alega:recentemente o protestante presbiteriano Jerry L. Walls, professor de filosofia e religião, publicou um artigo na revista teológica protestante “First Things”, chamado “Purgatório para Todos” (Purgatory for Everyone).Tem pernas curtas, as lorotas protestantes.

Fernando

Written by caiafarsa

julho 27, 2007 at 10:50 pm

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 187 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: