Caiafarsa

Just another WordPress.com weblog

O PAPADO A INFALIBILIDADE E A EPÍSTOLA DE LÚCIFER

A MENTIRA:

Entre os anos 1305-77 a igreja foi governada por dois papas ao mesmo
tempo, ambos infalíveis. Um em Avinhão na França e outro em Roma,
proferindo anátemas e maldições um contra o outro; não temos espaço para
citar a famosa “Epístola de Lúcifer” contra o papa de Avinhão no ano 1351!

ONDE SE ENCONTRA:

< http://www.sobreasaguas.com.br/romano.htm >

< http://www.solascriptura-tt.org/Seitas/Romanismo/CatolicismoRomano-AAmaral.htm >

< http://www.jesussite.com.br/acervo.asp?Id=199 >

< http://cariricult.blogspot.com/2009/01/conhecendo-e-desmascarando-e-o.htm l>

< http://www.tribogospel.com.br/ver.asp?id=653&sId=851YT41IV6D069F3CTUN8KMMOADXH3&key=38 >

< http://grupodelouvoremanuel.vilabol.uol.com.br/documentario.htm >

< http://juniorhallak.vilabol.uol.com.br/yeshuahamashya.html >

<http://www.baptistlink.com/creationists/estadodovaticano.pdf>

< http://www.webservos.com.br/fcg/printer_friendly_posts.asp?TID=2482 >

< http://gritosdealerta.blogspot.com/2008/03/combatendo-heresias.html >

< http://boanova.tripod.com/estucato.htm >

< http://www.portalnovadimensao.com.br/estudosbiblicos/036.php >

< http://congregppg-orlando.blogspot.com/2008_08_01_archive.html >

A VERDADE DOCUMENTAL:

Seguem a lista dos Papas que governaram a Igreja durante este período:

* 195° Clemente V -1305 a 1314
* 196° João XXII – 1316 a 1334
* 197° Bento XII – 1335 a 1342
* 198° Clemente VI -1342 a 1352
* 199° Inocêncio VI – 1352 a1362
* 200° Bento Urbano V -1362 a 1370
* 201° Gregório XI – 1370 a 1378

Vemos acima que neste período a Igreja foi governada apenas por um Vigário Legítimo e não dois como afirma o pseudopastor.

Talvez o ridículo acusador tenha tido a intenção de referir-se ao Cisma do Ocidente, mas aí fica então em evidência a sua falta de conhecimento histórico, a falta de uma simples pesquisa ou apenas sua falta de escrúpulos que faz com que este dispare acusações sem embasamento histórico, sem provas, com a intenção de enganar os menos instruídos ou atentos.

Ora, mesmo que a fraudulenta acusação do pérfido “pastor” fosse a respeito do Cisma do Ocidente, ainda sim este daria com os “os burros n’ água”, pois o Cisma em nada interfere na legitimidade e na infalibilidade Papal.

O cisma em nada fere a autoridade infalível do Papa já que este foi de ordem política, não espiritual.

Este episódio ocorreu no período de 1378 a 1414 quando teve o início o Concílio de Constança. E mesmo neste período existia apenas um Papa no poder os outros eram antipapas que não detinham de autoridade legítima sobre a Igreja.

O cisma do ocidente foi resolvido pelo Concílio Ecumênico de Constança, 1414 a 1418. Entre outras resoluções o Concílio decidiu a:

* Resignação do Papa romano, Gregório XII (1405-1415);
* Deposição do anti-Papa, João XXIII (1410-1415) em 29/05/1415;
* Deposição do anti-Papa avinhense, Benedito XIII (1394-1415) em 26/07/1417;
* Eleição de Martinho V em 11/11/1417.

Portanto, vemos que em nenhum momento a Igreja foi governada por mais de um Papa ao mesmo tempo. Como sempre é fantasiosa a acusação protestante.

Mas, não terminamos por aqui, ainda existe uma calúnia que não pode passar despercebida. Disse ainda o aleivoso “pastor” Lauro Barros:

“…não temos espaço para citar a famosa “Epístola de Lúcifer” contra o papa de Avinhão no ano 1351″!

Não temos espaço“??? Ora, assim é fácil! Dessa forma qualquer um pode acusar!
Cita uma suposta epístola que não existe, não cita fonte, não deixa um link para averiguação, não diz ao menos onde podemos ter acesso a tal “epístola”?
Se a Epístola não foi citada por falta de espaço, então porque ao menos não deixou uma indicação?
Quantas malandragens nos meios protestantes! Inventam um documento e vem com desculpa de “falta de espaço!” Ah! Faça-me o favor! Ainda tem gente que acredita nisso?

Como já disse nosso estimado amigo Fernando:

“De 1305 a 1377 o Papa eleito sempre foi UM. Apenas montou residência também em Avignon, na França, sendo o mesmo Papa de Roma. Poderia o Papa escrever contra ele mesmo, a fantasiosa “Epístola de Lúcifer” que o contraditório “pastor” inventou???] ( Nascimento, Fernando – Resposta ao Falso Documentário “O Estado do Vaticano”.)

O diabo é o Pai da mentira, então vos apresento a trajetória de seus filhos, através das palavras de Lutero:

“Que mal pode causar se um homem diz uma boa e grossa mentira por uma causa meritória e para o bem da Igreja (luterana).” (Grisar, Hartmann, S.J., Martin Luther, His life & work, The Newman Press, 1960- pág 522).

A falsa acusação, alicerçada em documentos inexistentes do pérfido “pastor”, mostra muito bem que o protestantismo vem seguindo a risca o conselho do herege que os precederam e daquele que foi e que é causador de toda divisão.

“Aprofundar o conhecimento acerca da história é abdicar ao protestantismo”.
John Henry Newman, ministro ex-protestante convertido ao catolicismo.
.
Referências: http://www.infoescola.com/historia/grande-cisma-do-ocidente/
http://www.aquinate.net/portal/Tomas/Concilio/portal-tomas-concilio.htm
http://www.cleofas.com.br/virtual/texto.php?doc=ESTEVAO&id=deb0085
.
Por Jefferson Nóbrega
Pax et Bonvs.
Cai a Farsa!

Written by caiafarsa

junho 5, 2009 às 1:45 pm

Uma resposta

Assinar os comentários com RSS.


Os comentários estão desativados.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 160 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: