Caiafarsa

Just another WordPress.com weblog

MARIA – TERTULIANO AFIRMOU QUE TEVE OUTROS FILHOS

A MENTIRA:

- “… alguns criam que ela [Maria] foi virgem durante toda a sua vida. Tertuliano, um famoso teólogo do norte da África, falou abertamente contra essas idéias, provando através das Escrituras, que Maria e José mantiveram uma vida sexual normal como casal…”. Pr. Luís Alexandre Ribeiro Branco – IBCP

ONDE SE ENCONTRA ESTA MENTIRA:

http://www.igrejabaptista.org/comentario_sobre_maria.htm

A VERDADE/DOCUMENTAÇÃO:

- No texto do autor, Pr. Luís Alexandre Ribeiro Branco – IBCP, já podemos observar a MANOBRA do trapaceiro que é mencionar Tertuliano, um dos pais pais da Igreja (que, alías, a abandonou para aderir a um grupo de hereges) sem citar-lhe o texto nem mencionar identificações, de tal forma que pessoas menos instruídas pudessem verificar o que, de fato, disse Tertuliano a respeito do assunto.

VEJA A REAL AFIRMAÇÃO DE TERTULIANO ATRAVÉS DE UM SITE PROTESTANTE:

“No entanto, Tertuliano afirma expressamente que Maria, no momento de dar à luz, perdeu a virgindade” (De Car. 23).

http://www.calmeiro-matias.com/avirgindadedemaria.htm

Os rebelados adoram citar Tertuliano, escondendo que este deixou a Igreja para seguir a heresia de Montano.Veja abaixo que antes e depois de Tertuliano a Igreja sempre professou a virgindade perpétua de Maria:

Santo Inácio, que morreu em 107 — bem no início da era cristã – Bispo de Antioquia e considerado como herdeiro de São João, foi o primeiro a usar a expressão Igreja Católica escreveu:

“E permaneceram ocultos ao príncipe desse mundo a virgindade de Maria e seu parto, bem como a morte do Senhor: três mistérios de clamor, realizados no silêncio de Deus” (Santo Inácio de Antioquia, Carta aos Efésios, PG. V, 644 ss.).

São Justino, mártir no ano 165, no Diálogo com Trifão, confessou que:

“Dizia-se [Jesus] portanto, filho do homem, seja em razão de seu nascimento de uma Virgem que, como assinalei, era da raça de Daví, de Jacó, de Isaac e de Abraão, etc…” (São Justino, mártir, Diálogo com Trifão, cap.94-100, PG VI, 701ss).

Santo Irineu (+202) refere-se a Jesus como sendo “O próprio Verbo, nascido de Maria que era ainda Virgem”.

Quando apareceram os primeiros hereges negando a verdade da virgindade perpétua de Nossa Senhora, aí apareceram os primeiros textos de Doutores e Padres da Igreja defendendo a verdade e a honra virginal e perpétua da Mãe do Senhor e Mãe nossa.

Santo Agostinho (354-430), que viveu antes do Concílio de Éfeso, escreveu:

“Concebeu-O [a Cristo Jesus] sem concupiscência, uma Virgem; como Virgem deu-lhe à luz, Virgem permaneceu” ( Santo Agostinho, Sermão sobre a Ressurreição de Cristo, segundo São Marcos, PL XXXVIII, 1104-1107).

OSWALDO

http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=30891250&tid=2532367566639374409

Cai a farsa.


====================================

Written by caiafarsa

agosto 4, 2007 at 10:10 pm

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 184 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: