Caiafarsa

Just another WordPress.com weblog

IGREJA ROMANA – Palestina – Território Romano –

CARTA AOS QUE ESTÃO EM ROMA

ROMANOS 1,7. “a todos os que estão em Roma, queridos de Deus, chamados a serem santos: a vós, graça e paz da parte de Deus, nosso Pai, e da parte do Senhor Jesus Cristo!”

ROMANOS 16,20 “O Deus da paz em breve não tardará aesmagar Satanás debaixo dos vossos pés. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo esteja convosco!” (Rm 16,20)


A MENTIRA: “Em 15 de julho de 1520, a Igreja Romana expediu a bula Exsurge Domine, que ameaçava Lutero de ser excomungado, a menos que se retratasse publicamente….”


ONDE SE ENCONTRA A MENTIRA:

Esqueçamos aqui o fato da devida excomunhão do heresiarca Lutero conforme a bíblia em (Mt 18,15-17), e nos voltemos para o termo “Igreja Romana” da frase acima.

Certamente você já ouviu outros seguidores de seitas: alemãs, americanas, inglesas, holandesas e brasileiras chamando a Igreja Católica Apostólica Romana, de apenas “igreja romana”, para tentar malandramente colocar esta, no nível particular e humano das seitas deles. Quando na verdade, só e apenas, a Igreja Católica Apostólica Romana, foi fundada pelo filho de Deus na Palestina e tem mais de dois milênios de existência. Logo esta não é uma simples “igreja romana”.

REFUTAÇÃO LÓGICA E DOCUMENTAL:

Notem que esses integrantes de seitas protestantes, quando citam a sigla da Igreja Católica, citam: “ICAR” (Igreja Católica Apostólica Romana), mas quando pronunciam seu nome, pronunciam malandramente apenas: “igreja romana”, em berrante contradição. Logo fica evidenciada a má fé dos inimigos da Igreja de Cristo, que tentam confundir o termo “romana” com local de origem desta, enquanto procuram esconder os próprios países de origem de suas seitas.

Não sabem eles, que a Igreja Católica Apostólica Romana, é tão “romana” quanto o apóstolo Paulo o foi, sem jamais ter nascido em Roma/Itália.
Desconhecem os seguidores de seitas alemãs, americanas, inglesas, holandesas e brasileiras, que no tempo que Cristo fundou a sua única Igreja na Palestina, quase todo o oriente era território ocupado por Roma. Pompeu já havia conquistado a Palestina para Roma e a transformado em uma província governada por judeus. Veja que São Paulo não nasceu em Roma/Itália, mas em Tarso, hoje Turquia, e era “romano de nascimento”, como também é nesse sentido, a única Igreja fundada por Cristo na Palestina. (”Palestina”, Enciclopédia® Microsoft® Encarta 99. © 1993-1998 Microsoft Corporation. Todos os direitos reservados.)

Confira o que respondeu São Paulo em (Atos 22, 27-28): “E, vindo o tribuno, disse-lhe: Dize-me, és tu romano? E ele disse: Sim”. E respondeu o tribuno: Eu com grande soma de dinheiro alcancei este direito de cidadão. Paulo disse: Mas eu sou de nascimento”.

Como explicar isso a um pastor evangélico de paletó lascado, se São Paulo nasceu em Tarso, Turquia???

Todos sabemos que se um argentino nascer nas ilhas Malvinas que, fica na Argentina, será declarado “cidadão inglês”, por este ter nascido em território ocupado pela Inglaterra, mesmo estando na Argentina de Diego Maradona.

O mesmo aplica-se a Igreja Católica Apostólica Romana, que Cristo fundou na Palestina, território então, também ocupado por Roma. Logo desabam as “igrejas” de areia protestantes.

É neste sentido que a Igreja de Cristo é “romana”, mas, antes disso em seu nome, ela é “CATÓLICA” (universal) e “APOSTÓLICA” (dos apóstolos de Cristo), coisa que jamais serão de fato, as seitas protestantes fundadas por pecadores dezesseis séculos depois na Alemanha, Estados Unidos, Inglaterra, Holanda, Brasil, etc.

São Paulo e os demais apóstolos só conheceram a Roma/Itália geográfica e para lá levaram a Igreja depois que Cristo disse: “(…)Tem bom ânimo: porque, como deste testemunho de mim em Jerusalém, assim importa que o dês também em Roma”. ) (Atos 23,11).

Logo escrevia São Paulo aos romanos: “A todos os que estais em Roma, amados de Deus, chamados Santos: Graças a paz de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. Primeiramente, dou graças a Deus por Jesus Cristo, acerca de vós todos, porque em todo o mundo é anunciada a vossa fé.” (Rm 1,7- 8).

Como vemos, em todo o mundo é anunciada a fé dos “romanos” que estão em Roma, e não a fé posterior dos alemães, americanos, ingleses, holandeses e brasileiros, seguidores de seitas que enganam, querendo colocar-se no lugar da Igreja de Cristo, promovendo as divisões condenadas pelo próprio apóstolo São Paulo, que já alertava naquele tempo aos romanos: “Noteis os que promovem dissensões (divisões) e escândalos contra a doutrina que aprendeste; desviai-vos deles. Porque os tais não servem a Nosso Senhor Jesus Cristo, mas ao seu ventre; e, com suaves palavras e lisonjas, enganam o coração dos símplices”. (Romanos 16,17-18).

(Versículos conforme bíblia de João Ferreira, usada pelos protestantes das seitas: alemães, americanas, inglesas, holandesas brasileiras, etc.).

Corrija, quando encontrar um protestante desavisado chamando a Igreja Católica Apostólica Romana, que Cristo fundou, de “igreja romana”.

A Igreja fundada por Cristo nasceu Romana

Quando Cristo nasceu o império Romano dominava grande extensão do mundo conhecido. A Palestina (Judéia-Samaria-Galiléia) eram províncias romanas.

Em 40 a.C., Herodes, genro de Hircano II, foi nomeado rei da Judeia por Octávio e Marco António. Foi-lhe concedida autonomia quase ilimitada nos assuntos internos do país. A Judeia foi então invadida pelos partos, porém Herodes obteve ajuda das legiões romanas que expulsaram os invasores. Tornou-se rei efectivamente em 37 a.C., com a conquista da cidade de Jerusalém. (…)

A partir de 6 d.C., tornou-se uma província romana sob juridisção parcial do governador da Síria. A administração do território é entregue a governadores romanos da ordem equestre, chamados de prefeitos. Mais tarde, serão também chamados de procuradores.

Cai a farsa


Written by caiafarsa

julho 28, 2007 às 7:11 am

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 160 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: