Caiafarsa

Just another WordPress.com weblog

325, O IMP.CONSTANTINO CELEBRA O 1º CONCÍLIO


OS EVANGÉLICOS MENTEM QUANDO AFIRMAM:

“… 325, o Imperador Constantino celebra o primeiro Concílio …”

ONDE SE ENCONTRA ESTA MENTIRA?


DESMONTANDO O EMBUSTE:

A dúvida é levantada pelo católico Jair de Eunápolis, BA:

“… quem convocou o concílio foi o então imperador Constantino, que os protestantes tanto malfalam? Assim, eis a minha dúvida: se a sucessão apostólica teve uma cadeia ininterrupta, como o então papa participou deste evento? Ele teve alguma autoridade dogmática? Ou, qual teria sido, efetivamente, a participação do referido imperador? Além disso, o Concílio de Nicéia é documentado, tal qual é o de Trento?”

Transcrevo parte da resposta constante do site MONTFORT:
“… O Concílio de Nicéia foi convocado – ao que parece – somente pelo imperador Constantino. É o que diz Eusébio, sem porém negar positivamente a participação do Papa na convocação. O Padre Leonel Franca, que nos dá essa informação, complementa ainda – citando o historiador católico Héfele – que o III Concílio de Constantinopla se pronunciava de modo diverso: “Levantou-se Ario como adversário da doutrina da Trindade e Constantino e [o Papa] Silvestre convocaram o Concílio de Nicéia.” (Franca, Leonel, Pe., Catolicismo e Protestantismo, Ed. Agir, 2a. Ed, pag. 90)
Portanto, parece que o imperador convocou o Concílio de comum acordo com o Papa Silvestre, além de ter convidado os bispos a participarem sem nenhuma imposição, mas como forma de resolver o conflito ariano, que ameaçava a ordem do império.
Porém, afora o problema da convocação do Concílio, a presença dos legados do Papa confere a Nicéia o status de Concílio aprovado pela Igreja.

Assim, mostra o Pe Franca:
“O Concílio de Nicéia foi presidido por Osio, bispo de Córdova, e Vito e Vicente, presbíteros romanos – como legados do Papa Silvestre.” (…) Que Osio tivesse presidido o Concílio afirma-o Santo Atanásio, comtemporâneo de fato (Apol. de fuga sua, c. 5), afirmam-no implicitamente os próprios arianos escrevendo que ele”publicara o sínodo de Nicéia” (Ap. Athânas, Hist. arian. c. 42)”.
Outra prova dessa presidência é que as assinaturas dos três clérigos – Osio, Vito e Vicente – estão sempre em primeiro lugar, bem como a citação de seus nomes pelos historiadores do Concílio, o que seria estranho, dado que o Concílio se deu no Oriente, e os três clérigos eram ocidentais – o primeiro um bispo espanhol e os outros dois sacerdotes romanos. Só o fato de serem representantes do Papa explicaria tal comportamento.

O Pe. Leonel Franca indica ainda Gelásio de Cízico (Hist. Conc. Nic. 1, II, c.5) e Sócrates (Hist. ecl., I, 13) como historiadores do Concílio, além de Eusébio de Cesaréa. Você pode encontrar um resumo do Concílio e alguns documentos (em inglês) no endereço:

Evidentemente a documentação é mais escassa que a de Trento, dada a antiguidade desse evento histórico.

Written by caiafarsa

julho 27, 2007 at 5:32 am

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 177 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: